BLITZ DO TCE FLAGRA IRREGULARIDADES EM SAÚDE DE CIDADES NA REGIÃO

BLITZ DO TCE FLAGRA IRREGULARIDADES EM SAÚDE DE CIDADES NA REGIÃO

Uma fiscalização surpresa do Tribunal de Contas do Estado flagrou série de irregularidades em unidades de saúde em Bauru, Agudos, Barra Bonita, Mineiros do Tietê e Botucatu.

Auditores procuraram os serviços como se fossem pacientes e encontraram problemas considerados graves, como medicamentos vencidos, péssimas condições de higiene e espera de até cinco horas para atendimento. Também identificaram prédios com alvará do Corpo de Bombeiros vencidos.

A unidade de saúde no posto Geisel de Bauru, por exemplo, não mostrou controle de estoque de medicamentos, o que permite desvios na utilização, segundo o TCE. Mofo em paredes e prontuários armazenados no banheiro foram outros problemas identificados na cidade.

 Em Botucatu, a fiscalização encontrou um equipamento que chegou com atraso e sem condições de uso.

“A constatação de problemas muito graves, além do que nós imaginávamos na qualidade de atendimento e de estrutura física das unidades. Mesmo a questão de controle de medicamentos e equipamento com problemas bastante graves. Uma unidade de saúde tem que primar pela higiene, é o mínimo”, disse o diretor regional do TCE, José Paulo Nardone.

Segundo ele, foram flagradas situações que uma vistoria Vigilância Sanitária provocaria interdição do imóvel, o que não acontece porque geralmente este serviço é feito em conjunto com a prefeitura.

“Em um caso extremo em uma unidade de saúde visitada por nós, a sala de esterilização funciona junto com a sala de curativos. Não tem como uma situação dessa.”

Fonte: Giro Marília