Prefeitura volta a aumentar gasto com aluguel em Marília

Prefeitura volta a aumentar gasto com aluguel em Marília

A Prefeitura aumentou seus gastos mensais com aluguel em R$ 21,3 mil em 2018, o que significa um gasto anual de mais R$ 256.593,72. O aumento foi de 8%, de acordo com o levantamento feito pelo site Marília Notícia.

Nessa conta não entra a locação do prédio da Central de Ambulâncias da Secretaria Municipal da Saúde, que está em prazo de carência. No entanto, de abril do ano que vem até outubro 2023 serão pagos quase R$ 10 mil por mês a mais (R$ 120 mil por ano) somente neste imóvel.

Em janeiro do ano passado a Prefeitura de Marília gastava R$ 384.964,28 mil por mês com o aluguel de 55 imóveis.

No fim do ano – dia 12 de dezembro, última atualização da lista – o gasto com locação já era de R$ 406.347,09 mensais, cerca de R$ 4,87 milhões por ano.

A quantidade de imóveis alugados também aumentou de 55 para 59 do começo para o fim do ano, ou seja, quatro prédios a mais.

Ao mesmo tempo em que aumenta as despesas com aluguel, a Prefeitura organiza leilões para venda de imóveis municipais ociosos. Os recursos vão para o Instituto de Previdência do Município de Marília (Ipremm).

Mesmo com o aumento com despesas de locação, o governo Daniel Alonso (PSDB) ainda gasta menos do que a gestão passada, do ex-prefeito Vinicius Camarinha (PSB). Em dezembro de 2016 eram gastos R$ 516.822,89 com 61 imóveis.

Alonso assumiu o governo com um forte discurso de austeridade e no primeiro ano de governo baixou as despesas com locação em mais de R$ 130 mil por mês. Parte dessa economia, porém, agora se perde com o aumento dos gastos em 2018.

Fonte: Marília Notícia

*imagem meramente ilustrativa.