NO DIA MUNDIAL DO RÁDIO A MATRA DESTACA A IMPORTÂNCIA DESTE MEIO DE COMUNICAÇÃO E EXPLICA O MOTIVO DE QUESTIONAR O GASTO COM AS TRANSMISSÕES DAS SESSÕES DA CÂMARA PELO RÁDIO

NO DIA MUNDIAL DO RÁDIO A MATRA DESTACA A IMPORTÂNCIA DESTE MEIO DE COMUNICAÇÃO E EXPLICA O MOTIVO DE QUESTIONAR O GASTO COM AS TRANSMISSÕES DAS SESSÕES DA CÂMARA PELO RÁDIO

No dia 13 de fevereiro é comemorado o Dia Mundial do Rádio. A data foi escolhida pela Assembleia Geral das Nações Unidas em 2011 para homenagear este importante meio de comunicação.

Coincidentemente, no dia anterior a Matra (Marília Transparente) lançou uma ENQUETE nas redes sociais para saber a opinião dos moradores de Marília sobre a CONTRATAÇÃO pela Câmara Municipal de uma emissora de rádio para a transmissão ao vivo das Sessões Ordinárias e Extraordinárias do Legislativo – ao custo de R$ 54.180,00 ou R$ 5.160,00 por mês.

CONTRATACAO-RADIO

É preciso destacar que a Matra reconhece a importância deste meio de comunicação que vem se reinventando com o passar do tempo e que está presente na vida de muitos brasileiros. E em nenhum momento teve a intenção de diminuir o papel do rádio na sociedade.

É público e notório que o rádio também cumpre um papel social muito importante. Aliás, independentemente de contrato comercial com a Câmara o JORNALISMO dos diversos meios de comunicação da cidade (e até regionais), inclusive o rádio, cumpre muito bem o papel de INFORMAR a população sobre os projetos discutidos e aprovados na Câmara Municipal e deve continuar assim.

O que se questiona é a NECESSIDADE DO GASTO DE DINHEIRO PÚBLICO para transmitir as sessões do Legislativo, às segundas-feiras das 17h às 22h.

A Matra se posicionou contra a contratação porque a Câmara já dispõe de vários meios de divulgação do trabalho desenvolvido, a começar pela própria TV CÂMARA, que transmite as sessões ao vivo em SINAL ABERTO de TV; o site da Câmara Municipal, o Diário Oficial do Município e os demais meios de comunicação pela INTERNET, onde a Câmara também disponibiliza as transmissões das sessões ao vivo (no Facebook e no YouTube). Ou seja, quem quiser acompanhar o trabalho dos vereadores tem vários meios disponíveis – inclusive, pode ir pessoalmente à Câmara, já que muitas pessoas desconhecem essa possibilidade.

Falando em Internet, um estudo da Fundação Getúlio Vargas, publicado no Jornal “O Estado de São Paulo” em abril do ano passado, aponta que o Brasil já tem mais de um Smartfphone ATIVO por habitante: são 306 milhões de dispositivos com acesso à internet em uso no país. O Brasil tem aproximadamente 209 milhões de habitantes, segundo o IBGE.

Deixe sua opinião na nossa página do Facebook. Você acha mesmo necessário gastar mais de R$ 54 mil para transmitir as sessões da Câmara pelo rádio AM?

https://www.facebook.com/mariliatransparente/

Em menos de 20 horas 116 pessoas se manifestaram em uma enquete feita pela Matra nas redes sociais e o resultado parcial aponta que a maioria (85%) não vai acompanhar as transmissões pelo rádio. As publicações à esse respeito no Facebook também já contam com diversos comentários de apoio à iniciativa da Matra de combate ao desperdício de dinheiro público.

enquente-radio 

Lembre-se que dinheiro público é dinheiro do povo e os recursos da Câmara também saem do cofre da Prefeitura (fruto dos impostos pagos por cada cidadão). O que a sociedade espera é que o DINHEIRO PÚBLICO seja investido com responsabilidade e competência em benefício da população como um todo.

*imagem meramente ilustrativa.