Votação unânime cria 14 cargos comissionados para assessores na Câmara

Votação unânime cria 14 cargos comissionados para assessores na Câmara

Em votação unânime os 13 vereadores de Marília aprovaram nesta segunda-feira (19) a criação de mais um cargo comissionado para cada gabinete e um para o gabinete da presidência da Câmara.

Além dos novos 14 cargos, os parlamentares já contam com um chefe de gabinete cada, igualmente com nomeação direta, sem exigência de concurso público.

A área destinada ao público estava cheia durante a sessão e cartazes com dizeres contra a criação eram exibidos por manifestantes.

A entidade da sociedade civil organizada Marília Transparente (Matra) capitaneou uma campanha com objetivo de evitar a aprovação do projeto de resolução apresentado pela mesa diretora.

O movimento não surtiu o efeito esperado e resultou em reação da Câmara que vem publicando notas rebatendo argumentos contrários à implementação dos novos assessores.

O Legislativo defende que seus chefes de gabinete estão sobrecarregados e acabam acumulando funções, por conta da grande demanda de serviços.

Com a estrutura como estava, dizem os parlamentares, não se atende devidamente aos anseios da população perante a Câmara.

Em entrevista ao site Marília Notícia, Marcos Rezende argumentou que Marília comportaria 21 vereadores, mas só possui 13. “Já existe uma defasagem. Temos um vereador para cada 17 mil habitantes”, afirma.

A Matra afirma que o aumento nas despesas será superior a R$ 3 milhões a cada quatro anos. Os vereadores respondem que continuarão gastando menos do que podem e as devoluções de recursos para o Executivo continuarão sendo realizadas, assim como nos últimos anos.

Fonte: Marília Notícia

*imagem meramente ilustrativa.