CODEM: AFINAL O QUE É ISSO?  PARA QUE SERVE? E COMO PODE INTERFERIR NA SUA VIDA?

CODEM: AFINAL O QUE É ISSO? PARA QUE SERVE? E COMO PODE INTERFERIR NA SUA VIDA?

Carros autônomos e até voadores, construções inteligentes, compartilhamento de veículos e sustentabilidade. De cara esses conceitos assustam um pouco e soam como algo muito distante da nossa realidade. Puro engano! Grande parte daquilo que imaginávamos ver “no futuro”, já faz parte da vida de milhares de pessoas aqui mesmo no Brasil. Mas em quanto tempo essas “novidades” estarão presentes também em Marília?

Mais difícil do que responder com precisão à essa questão será deixar a cidade preparada para esses desafios.

Como já foi amplamente divulgado nesta semana, empresários, comerciantes, membros da sociedade civil organizada e do Poder Público Municipal, não apenas de Marília mas de várias cidades da região como Vera Cruz, Guaimbê, Tupã, Garça e Pompéia (que estiveram presentes no evento), se uniram para dar início à constituição formal do CODEM: Conselho de Desenvolvimento Econômico de Marília.

Durante a palestra de sensibilização da sociedade, ministrada pelo ex-prefeito de Maringá, Silvio Barros, e pela consultora Márcia Santin, no auditório da ACIM (Associação Comercial e Industrial de Marília), os participantes tiveram um verdadeiro choque de realidade. Foram colocados frente à frente com situações e desafios que se as cidades não estiverem preparadas para superar (e Marília é uma das que não está), terão sérios problemas em diversas áreas como saneamento básico, mobilidade urbana, saúde e geração de empregos, só para citar alguns exemplos.

Mas como evitar o verdadeiro caos que se anuncia?

“Deveria existir na cidade um núcleo de pessoas pensando em como o futuro pode impactar positivamente a vida dos moradores e poder ajudar a construir aquilo que todos desejam”, disse Silvio Barros, um dos responsáveis pela implantação do CODEM de Maringá – modelo pioneiro que há mais de vinte anos ajuda a fazer da cidade paranaense uma das melhores do país para se viver, de acordo com diversos índices econômicos e sociais.

No caso de Marília ainda não está definido qual será o formato deste conselho, isso vai depender da decisão da própria comunidade com o andamento dos trabalhos. Poderá ser uma OSCIP (Organização da Sociedade Civil de Interesse Púbico); uma associação sem fins lucrativos; uma fundação; uma instituição ou até mesmo um conselho sem personalidade jurídica, como é o caso do CODEM de Maringá. “O importante é que isto seja adequado às características e as peculiaridades da própria cidade e das suas lideranças. Agora vamos buscar o modelo que nesta comunidade funciona melhor”, afirmou Silvio Barros em entrevista concedida à Matra no evento.

É importante ressaltar que o CODEM (nome ainda provisório no caso de Marília) foi criado para reunir o maior número possível de pessoas de diferentes segmentos da sociedade para que cada um, com suas próprias habilidades e conhecimentos, possa dedicar tempo (e no caso dos empresários também recursos financeiros), na elaboração de um planejamento de longo prazo que faça de Marília uma cidade ainda melhor.

A ação é diferente da realizada atualmente pelos Conselhos Municipais, por exemplo, como explicou o próprio Silvio Barros: “De modo geral os conselhos municipais, os conselhos de controle social, que desenvolvem um importante trabalho, atuam em demandas presentes ou na busca de solução para aquilo que a Prefeitura ainda não resolveu. Ou seja, são demandas do passado que ainda não foram atendidas e isso já é suficiente para ocupar todo o tempo deles. Esses conselhos geralmente não tem condições e não estão preparados para, além dessas funções, planejar o futuro. Então nós estamos falando de um conselho (CODEM) que está exclusivamente focado em pensar o futuro e que vai subsidiar os demais conselhos municipais com informações, com dados, que lhes permitirão no presente tomar decisões que não comprometam o futuro que se deseja para a cidade como um todo”.

PRÓXIMO PASSO

Já está marcado para o dia 15 de abril, o primeiro exercício prático dos futuros membros do CODEM de Marília. Neste dia será realizado um Workshop (oficina), com a consultora Márcia Santin, que fará uma dinâmica em grupo (de meio dia de trabalho), onde os participantes deverão responder basicamente a duas questões: Quais são os problemas e os desafios que podem comprometer o futuro de Marília? E quais são as oportunidades que não podem deixar de ser exploradas, que podem levar a um futuro próspero de Marília?

O evento é aberto à toda a comunidade e é importante que as pessoas (os “apaixonados por Marília”, como citaram os consultores), participem para ajudar a identificar as potencialidades da cidade e o que precisa ser melhorado nas diferentes áreas como saúde, urbanismo, etc. O resultado desse exercício inicial é o que vai inspirar a formação das chamadas Câmaras Técnicas – núcleos de pessoas que darão segmento ás discussões e ao planejamento da ações de longo prazo em cada área de ação.

“Esse Workshop já vai dar uma série de direcionamentos para a formação de câmaras técnicas, que terão a partir desse momento seis meses para trabalhar em uma pauta concreta de ações”, disse Márcia Santim.

“A Matra iniciou esse movimento junto com a ACIM e outras entidades como o CIESP, indo à Maringá para conhecer o modelo que foi implantado lá, e hoje eu vejo que Marília deu um passo muito importante para o futuro”, disse Edgar Cândido Ferreira, vice-presidente da Matra.

“Em todos os ramos da sociedade, e nas empresas de sucesso não é diferente, é preciso ter três coisas básicas: planejamento, execução e controle. Então veja, quando falamos do CODEM temos a junção desses três pilares. Nós torcemos para que esse conselho seja perene para o bem da sociedade, porque acho que vai melhorar para todo mundo”, completou Edgar.

Quem não sabe para onde está indo não chega nunca! Faça como a Matra, se una nesse objetivo de planejar uma cidade melhor para todos. Porque Marília tem dono: VOCÊ!

Veja a seguir algumas fotos da palestra realizada no dia 26/03/2019, no auditório da ACIM: