Comus fiscaliza postos de saúde de Marília e aponta precariedade

Comus fiscaliza postos de saúde de Marília e aponta precariedade

Membros do Conselho Municipal de Saúde de Marília (Comus) visitaram mais de 10 postos de saúde nos últimos meses e encontraram diversos problemas.

Nesses locais a população quase sempre tem seu primeiro contato para resolver questões de saúde. São oferecidos atendimentos com clínicos gerais, pediatras, ginecologistas, além de outras especialidades médicas e também odontologia.

Problemas de infraestrutura, instalações precárias em alguns casos, demora para atendimento e longas filas para conseguir agendamento foram alguns dos pontos observados pelo Comus.

Em reportagem, publicada no site Marília Notícia foram demonstrados problemas em duas unidades de saúde: Alto Cafezal e Chico Mendes.

Na parte de infraestrutura a equipe do site identificou infiltrações, falta de trinco em banheiro feminino (segundo paciente), bebedouros quebrados e falta de lugar adequado para espera (mães segurando os filhos no colo de pé).

Uma cratera na calçada, bem em frente da rampa de acessibilidade para cadeirantes, chamou a atenção.

Também foi verificada uma placa de controle da equipe de plantão e especialidades médicas oferecidas sem preenchimento.

De acordo com membros do Comus, as UBSs visitadas pelo MN são duas das mais precárias, mas existem outras que também precisam de atenção urgente. Planalto, Santa Antonieta, Marajó, Santa Paula e Cascata estariam entre elas.

A velha queixa das longas filas antes das 7h para conseguir atendimento continua uma das principais fontes de insatisfação dos pacientes.

Outro lado

A reportagem do MN procurou a assessoria de imprensa do município para comentar a situação, mas não houve retorno até o fechamento desta matéria. O espaço está aberto para manifestação.

Fonte: Marília Notícia

*imagem meramente ilustrativa.