Fim dos privilégios? Parlamentares utilizam milhas pagas pelo Congresso para viagens pessoais enquanto discussão sobre o tema se arrasta

Fim dos privilégios? Parlamentares utilizam milhas pagas pelo Congresso para viagens pessoais enquanto discussão sobre o tema se arrasta

Deputados federais e senadores viajam, em média, duas vezes por semana de seus estados para Brasília e de volta para casa em voos pagos com a cota parlamentar da Câmara e do Senado. A cada passagem emitida, as companhias aéreas convertem os valores dos bilhetes em milhas, que, sem legislação ou norma que regulamentem o uso, podem ser utilizadas pelos parlamentares em viagens pessoais.

A discussão sobre como e por quem as milhas devem ser usadas se arrasta. Pelo menos sete projetos de lei foram apresentados na Câmara nos últimos anos para que o benefício fosse transferido diretamente para a União. Nenhum deles prosperou.

Um levantamento do Instituto Reclame Aqui com empresas do setor estima que tenham sido geradas 27,9 milhões de milhas no ano passado. O instituto lidera um movimento para que esses pontos sejam repassados à população.

Fonte: O Globo

*imagem meramente ilustrativa.