Prefeitura quer autorização da Câmara para pagar aluguel atrasado

Prefeitura quer autorização da Câmara para pagar aluguel atrasado

A Prefeitura de Marília quer que a Câmara reconheça e autorize o pagamento parcelado por parte do município de uma dívida resultante do não pagamento de aluguel no valor de R$ 1,5 milhão.

Trata-se de imóvel localizado na avenida Santo Antônio onde funcionam há anos diversos órgãos ligados ao Executivo local, como almoxarifados de diversos setores, departamento de licitação, serviços gráficos, coordenadoria de patrimônio e outros.

De acordo com uma reportagem publicada no site Marília Notícia, o contrato previa locação do espaço entre 2015 e o meados de 2016, mas mesmo após o término do período combinado a administração municipal continuou utilizando o prédio, só que deixou de pagar o valor mensal que estava em R$ 61 mil.

Em abril do ano passado a administração municipal assinou um novo contrato com os proprietários do local, já que tem interesse em continuar ocupando o espaço, mas a dívida ficou para trás.

Ainda em 2018 a Prefeitura tentou o reconhecimento da Câmara em relação aos débitos, mas os vereadores devolveram o projeto.

Agora a administração municipal elencou outros casos em que parlamentares também reconheceram dívidas nos últimos anos, com a indicação de que se trata de um procedimento até certo ponto corriqueiro.

A propositura que será analisada pelo Legislativo em sessão extraordinária marcada para a tarde da próxima segunda-feira, dia 8, prevê o pagamento do valor devido em até 31 parcelas.

Fonte: Marília Notícia

*imagem meramente ilustrativa.