REPERCUTE NA IMPRENSA A INICIATIVA DA MATRA DE TENTAR BARRAR A APROVAÇÃO DE PROJETO DE PAGAMENTO DE DÍVIDA DA PREFEITURA COM O DAEM POR MEIO DE POÇOS

REPERCUTE NA IMPRENSA A INICIATIVA DA MATRA DE TENTAR BARRAR A APROVAÇÃO DE PROJETO DE PAGAMENTO DE DÍVIDA DA PREFEITURA COM O DAEM POR MEIO DE POÇOS

Em reportagem, com destaque na capa da edição do último sábado, 27, o “Jornal Cidade” repercutiu o artigo da Matra contra o Projeto de Lei número 135 de 2018, de autoria do Executivo, que propõe o pagamento de  uma dívida de R$ 11,9 milhões que a prefeitura tem com o DAEM (Departamento de Água e Esgoto do Município), por meio da dação em pagamento de poços de captação de água, que já são operados pelo próprio DAEM há décadas.

capa-JC-Matra-jun-2020

A Reportagem destacou a luta da Matra em defesa da aplicação eficiente do dinheiro público e a tentativa de barrar a aprovação do projeto de lei que propõe, na prática, a quitação um débito de mais de vinte anos com um “mero acerto contábil” – que por sinal, só seria vantajoso para o devedor, no caso a Prefeitura, e poderia comprometer a viabilidade do Departamento de Água e Esgoto do Município que, lembramos, não foi privatizado graças a uma intensa batalha judicial provocada pela Matra.

Os argumentos contrários ao Projeto de Lei 135/2018, apresentado pelo Executivo, foram publicados pela Matra no site da OSCIP e na edição de domingo, 21/06, do Jornal da Manhã. Veja abaixo o texto da Matra na íntegra:

PREFEITURA X DAEM: UM PAGAMENTO QUE NÃO É PAGAMENTO.

O projeto foi retirado da pauta após um pedido de vista formulado pelo vereador Marcos Custódio e pode voltar a ser colocado em votação nos próximos dias.