Notícias

Busca

MATRA

ASSISTÊNCIA SOCIAL: Município encerra licitação para obra do Creas

03 de agosto de 2015 - 10:52

Foi definida a empresa que vai erguer o novo prédio do Creas (Centro de Referência Especializado da Assistência Social). A homologação da Construtora Molina José Bonifácio, do Município de José Bonifácio-SP, que venceu a licitação, foi publicada ontem no Diário Oficial. A Prefeitura aguarda o repasse federal para a obra. O custo da construção, incluindo fornecimento de material e mão de obra, foi orçado em R$ 453.145,00. O Ministério do Desenvolvimento Social vai repassar verba de R$ 450 mil, o que implica em mínimo de 1% de contrapartida municipal (R$ 4.500,00). Toda a documentação já foi apresentada e aprovada, mas o recurso ainda será liberado.

No próximo dia 14 de agosto, o secretário municipal de Assistência Social, Hélio Benetti, tem audiência agendada, sobre a previsão da ordem de serviço, com a diretora executiva do Fundo Nacional de Assistência Social, Dulce Helena Alvez Vaz Martins. O MDS selecionou cinco municípios brasileiros para a construção de prédios apropriados ao Creas e Marília é a única cidade beneficiada do Estado.

A obra será erguida ao lado do terminal Urbano, na avenida Brasil, onde atualmente funciona o Centro- Dia Anos Dourados. “Ainda neste mês de agosto devemos demolir o prédio do Centro-Dia e fazer a terraplenagem, como forma de adiantar a obra”, disse Hélio Benetti. Os idosos acolhidos nesse serviço estão em férias coletivas, mas a mudança de endereço já está sendo feita para a mesma avenida, a 300 metros de distância do atual.

“O prédio atual do Centro-Dia é muito antigo e pequeno, mas o local será muito apropriado ao Creas, daí termos optado pela demolição. Já o novo imóvel do “Anos Dourados” é amplo e tem área externa para atividades físicas e a execução de uma horta suspensa, oferecendo mais qualidade de vida”, informou o gestor municipal.

Vantagens

Com um prédio construído especialmente para o Creas, a expectativa municipal é que a estrutura física possibilite maior qualidade na prestação de serviços à população. O Município também vai economizar perto de R$ 4 mil/mês do valor do aluguel do prédio atual, na rua 4 de Abril, esquina com rua Anchieta.

Fonte: Jornal da Manhã

Comentários

Mais vistos