Notícias

Busca

MATRA

Brasil ocupa a 69ª posição em ranking de corrupção

03 de dezembro de 2014 - 09:42

O Brasil ficou na 69ª colocação em ranking de percepção de corrupção entre 175 país. A nota brasileira alcançou 43 pontos. O Índice de Percepção da Corrupção (IPC) é produzido anualmente pela Transparência Internacional, entidade da sociedade civil que atua no combate à corrupção.

Empresas corruptasNa vigésima edição do IPC, mais de dois terços dos 175 países avaliados pontuaram abaixo de 50 pontos, em uma escala que vai de zero (percepção de alta corrupção) a 100 (sem percepção de corrupção).

A classificação do Brasil em 2014 o colocou em quinto lugar entre os países da América Latina. Na frente dele estão os “vizinhos” Chile e Uruguai, empatados na 21ª posição com nota 73. A Costa Rica ocupa a 47ª posição (nota 54) e Cuba está na 63ª colocação (nota 46).

Já entre os países que compõem os Brics, nações emergentes que mais crescem no mundo, o Brasil perde apenas para a África do Sul, que ficou com 67 colocação e nota 44. No Brics, a pior colocação fica por conta da Rússia: 136ª, com apenas 27 pontos. Índia e China ocuparam a 85ª e 100ª posições, respectivamente.

O Índice apontou como problemas gerais entre os países que compõe o grupo esquemas de corrupção e lavagem de dinheiro. Lembrou que, este ano, vieram à tona questões como as denúncias da Petrobras, indianos que tem contas bancárias no paraíso fiscal de Maurício e o mesmo com russos, que utilizam bancos em Chipre.

“A alta corrupção em grandes economias não só bloqueiam direitos humanos básicos para os mais pobres como também cria instabilidade e problemas de governança. Economias de rápido crescimento, cujos governos se recusam a ser transparentes, criam uma cultura de impunidade em qual a corrupção prospera”, disse o presidente da Transparência Internacional, José Ugaz.

O resultado de 2014 apresenta melhora em relação à 72ª colocação de 2013. A nota do ano passado foi de 42 pontos. Dessa forma, o Brasil voltou à colocação de 2012, quando foi avaliado exatamente com a mesma nota e colocação deste ano.

A turma do Brasil

A 69ª colocação do Brasil é compartilhada com outros seis países. “A turma do Brasil” ainda é composta por Bulgária, Grécia, Itália, Romênia, Senegal e Suazilândia. O destaque dentre esses países fica por conta de Suazilândia e Grécia que aumentaram 4 e 3 pontos na nota, e subiram 13 e 11 posições, respectivamente, em relação à 2013.

Melhores e piores posições

O primeiro colocado desta edição, pela terceira vez consecutiva, foi a Dinamarca, que conquistou 92 pontos. Apenas com um ponto abaixo, a Nova Zelândia assumiu o segundo lugar, caindo uma posição, já que em 2013 e 2012, a ilha empatava com o país escandinavo.

O fardo da última colocação está sendo dividido entre a Coréia do Norte e a Somália, que conseguiram apenas oito pontos. Em penúltimo, o Sudão, que perdeu dois pontos de 2012 para 2014 e, nesta edição, está com nota 11.

Entre os países que sofreram as maiores quedas nas notas, encontram-se a Turquia, que caiu cinco pontos, China e Angola, que caíram quatro pontos e ocupam, respectivamente, as 36º, 45º e 19º posições no ranking de 2014. Curiosamente, o crescimento econômico do país foi, de forma alusiva, inversamente proporcional à evolução da corrupção. Haja vista que a economia dos países cresceram cerca de 4% nos últimos quatro anos.

“O Índice de Percepção da Corrupção 2014 mostra que o crescimento econômico é abalável e os esforços para acabar com a corrupção se enfraquecem quando líderes e oficiais do alto escalão abusam do poder para se apropriarem dos recursos públicos para ganho pessoal”, disse Ugaz.

O IPC é baseado em opiniões de especialistas em combate a corrupção. A pontuação dos países é formulada e pode ser ajudada quanto mais transparente for o governo, onde o público pode facilmente ligar as contas aos seus responsáveis. A baixa pontuação, então, indica alta corrupção, falta de punição para as instituições corruptas e instituições públicas que não respondem às necessidades da população.

– See more at: http://www.contasabertas.com.br/website/arquivos/10149#sthash.dxx7VVUK.dpuf

Comentários

Mais vistos