Notícias

Busca

MATRA

Câmara:Comissão irá acompanhar auditoria para fiscalizar as operações de recapeamento e tapa-buraco

09 de agosto de 2011 - 13:48

Na última sessão da Câmara Municipal, realizada ontem (8), o vereador Wilson Damasceno anunciou que o presidente da Casa, Yoshio Takaoka, já designou uma Comissão para acompanhar o trabalho da equipe de auditores contratados pelo Poder Legislativo para fiscalizar a execução dos contratos referentes às operações de recapeamento e tapa-buraco da cidade.

A Comissão será formada por dois vereadores da base do governo na Casa – Herval Rosa Seabra (presidente) e Donizeti Alves (relator) – e por apenas um vereador da oposição – Wilson Damasceno (terceiro membro).

Segundo Damasceno, autor do requerimento que, após ser rejeitado em um primeiro momento, foi aprovado por unanimidade e deu origem à contratação da auditoria, a Comissão deverá acompanhar o trabalho dos auditores e indicar as ações que esses devem realizar em seus trabalhos.

A auditoria foi requisitada pelo vereador devido às inúmeras reclamações da população de que buracos recém-tapados ou ruas recém-recapeadas, após poucos meses, já estavam em péssimo estado novamente.

PONTES, BURACOS E DESCASO

Durante a Sessão, muitos vereadores reclamaram da quantidade excessiva de buracos que existem na cidade, da condição precária das estradas e pontes localizadas na zona rural e do descaso do Executivo com os pedidos e deliberações da Câmara Municipal.

O vereador José Carlos Albuquerque questionou a falta de manutenção nas estradas e pontes rurais. De acordo com o vereador, um novo período de chuvas se aproxima e a Prefeitura ainda não consertou os estragos causados pelas chuvas passadas.

Sydney Gobetti comentou a falta de investimentos da Administração na Codemar (Companhia de Desenvolvimento Econômico de Marília). “Parece que a Prefeitura conspira contra a própria Prefeitura”, comentou.

“A Codemar tem a mesma usina de asfalto de 40 anos atrás. A empresa tem funcionários competentes, mas não tem os equipamentos adequados e atualizados para realizar um bom serviço de recapeamento na cidade. Hoje a cidade paga pelo descaso de muitos anos com a Codemar”, continuou Gobetti.

Já o vereador Mário Coraíni, questionou os excessivos gastos da Prefeitura com publicidade. Para ele, esses recursos deveriam ser utilizados em questões essenciais para o município.

“Esses gastos abusivos são utilizados diariamente para fazer promoção do governo, desviando a atenção dos problemas sérios da cidade. As reclamações urgentes da população deixam de ser atendidas para que a Prefeitura possa fazer propaganda de si mesma”, explicou o vereador.

Além disso, Coraíni reclamou da demora da Prefeitura em atender aos pedidos de informação feitos pelos vereadores.

“Tenho requerimentos do mês de fevereiro que ainda não foram respondidos. Isso demonstra o descaso do Poder Executivo com o povo e com quem representa o povo, que é o Poder Legislativo”, desabafou Coraíni.

Comentários

Mais vistos