Notícias

Busca

MATRA

Cades e Comissão da Câmara elaboram Política Municipal do Meio Ambiente

12 de setembro de 2014 - 10:13
reunião meio ambiente

Parceria entre o Cades e a comissão da Câmara vai criar a Política Municipal do Meio Ambiente. Foto: Jornal da Manhã

O Cades (Conselho Municipal do Meio Ambiente) e a Comissão de Ecologia e Meio Ambiente da Câmara Municipal estão elaborando o anteprojeto da Política Municipal do Meio Ambiente de Marília. A proposta deve modernizar as leis para o setor e sugerir ações que envolvam os mais variados segmentos da área ambiental, desde questões relacionadas ao esgoto, aos resíduos sólidos, a arborização, a Educação Ambiental e zoneamento urbano.

A partir de agora, conselho e comissão devem se reunir ao menos quatro vezes por mês e até o final do ano um anteprojeto será encaminhado para consulta pública. De acordo com o presidente do Cades, Vandir Pedroso de Almeida, o anteprojeto é abrangente e a parceria com a comissão da Câmara vai possibilitar um trabalho alinhado com as necessidades do município.

“Estamos nos espelhando nas Políticas Municipais do Meio Ambiente desenvolvidas nas cidades de Botucatu e de Sorocaba. Marília hoje tem leis dispersas e defasadas na área ambiental e esta política municipal vai contribuir para a modernização das leis e também para propor iniciativas relacionadas ao Meio Ambiente”, afirmou.

Segundo o presidente do conselho, Marília ainda precisa se adequar em relação aos municípios de porte semelhante quando o assunto é o Meio Ambiente. No caso das propostas do município de Botucatu, o anteprojeto já foi encaminhado para consulta pública, de acordo com o presidente do Cades de Marília. “O objetivo é criar um plano de gestão ambiental. Para isso, vamos utilizar os exemplos do que consideramos boas políticas e trazer para a realidade de Marília”.

A reunião de ontem, realizada no Bosque Municipal, reuniu aproximadamente 15 pessoas, entre membros do Cades e da Comissão de Ecologia e Meio Ambiente da Câmara, que é composta pelos vereadores Cícero do Ceasa, Silvio Harada e Sônia Tonin. “Essa é a primeira etapa para o desenvolvimento de uma Política Municipal ao Meio Ambiente. Assim que o anteprojeto for concluído, a colaboração da sociedade será essencial para o andamento da proposta”, concluiu Almeida.

Fonte: Jornal da Manhã.

Comentários

Mais vistos