Notícias

Busca

MATRA

Candidatos ao Senado Federal arrecadam R$ 82 milhões com doações

11 de setembro de 2014 - 10:28

O total arrecadado pelos candidatos ao Senado Federal foi de R$ 82 milhões. O montante é cinco vezes maior do que o orçamento deste ano em ações de promoção dos direitos das pessoas com deficiência (R$ 15,3 milhões) ou ainda maior do que os R$ 64,8 milhões previstos para o programa “Enfrentamento do Racismo e Promoção da Igualdade Social”.

O valor levantado pelo Contas Abertas é a soma de todas as prestações de contas de candidatos ao Senado Federal recebidas pelo Tribunal Superior Eleitoral (TSE). Ao todo, 138 aspirantes a senadores prestaram contas. Outros 44 candidatos não prestaram contas ou não receberam doações até então.

dinheiro.campanha_1Antônio Anastasia (PSDB-MG) foi o candidato ao Senado Federal que mais captou verba. A arrecadação declarada por ele foi de R$ 5,4 milhões. Deste montante, o maior valor doado, R$ 2 milhões, veio da JBS Friboi, a maior exportadora do mundo de proteína animal. Anastasia, sozinho, acumulou 7% do total arrecadado por todos os candidatos ao Senado.

O segundo candidato que mais acumulou para os gastos de campanha foi Gilberto Kassab (PSD-SP), com R$ 5,3 milhões. Cerca de R$ 1,8 milhão, do total, veio da ArcelorMittal Brasil SA (conglomerado industrial multinacional de empresas de aço). O menor valor recebido pelo candidato foi de R$ 1,4 mil, doado por Sérgio Rondino, ex candidato a deputado estadual pelo PSDB.

O terceiro mais incentivado com doações de campanha foi Ronaldo Caiado (DEM-TO), com R$ 4,7 milhões. O líder do DEM na Câmara, símbolo do agronegócio e candidato ao senado de Goiás teve sua maior verba de pessoa física vinda de Maria Paula Lanat Suarez, um cheque de R$ 300 mil. Já a empresa Participa Empreendimentos Imobiliários e Participações LTDA doou R$ 280 mil para Caiado.

O candidato Fernando Bezerra Coelho (PSB-PE), ex-ministro da Integração Nacional, por sua vez, foi o quarto que recebeu mais verba para campanha, R$ 4,1 milhões. A empresa que mais contribuiu foi a Eldorado Brasil Celulose SA, com R$ 1 milhão. Além da fabricação de papel, a empresa também realiza serviços combinados de escritório e apoio administrativo.

Menos verba

Oito dos 182 candidatos que registraram doações não chegaram a receber R$ 1 mil. Nelson Júnior foi o candidato que recebeu menos incentivo à campanha pelo PSOL, na Paraíba. O candidato se autodoou R$ 50,00. Dentre esses, apenas a candidata Margarida Vieira (PSB-MG) se autodoou, R$ 800,00.

– See more at: http://www.contasabertas.com.br/website/arquivos/9592#sthash.GGatQ6nx.dpuf

Comentários

Mais vistos