Notícias

Busca

MATRA

Cartórios eleitorais farão plantão neste final de semana para cadastro do voto em trânsito

13 de agosto de 2010 - 00:00

Neste fim de semana, 14 e 15 de agosto, os cartórios eleitorais de todo Estado funcionarão em sistema de plantão para o cadastramento de eleitores interessados no voto em trânsito.

O atendimento ao público acontecerá das 12h às 18h. O próximo domingo, 15 de agosto, é o último dia para requerer o voto em trânsito.

O eleitor que, nos dias de votação, estiver fora de seu domicílio eleitoral pode optar pelo voto em trânsito em uma das capitais do país. Para cadastrar-se, basta comparecer a qualquer cartório eleitoral até 15 de agosto com o título de eleitor e um documento oficial com foto.

Até o momento, estão cadastrados para votar em trânsito na cidade de São Paulo 2786 eleitores no primeiro turno e 2667, no segundo.

As seções exclusivas para voto em trânsito serão instaladas no Memorial da América Latina, ao lado da estação Barra Funda do metrô.

Quem optar pelo voto em trânsito não poderá votar em seu próprio domicílio eleitoral, pois será desabilitado temporariamente daquela seção, a menos que desista do voto em trânsito. A desistência deve ser feita também até 15 de agosto.

O voto em trânsito é apenas para presidente, não sendo necessário justificar a ausência para os outros cargos.

Se no dia da eleição o eleitor não estiver na capital escolhida, deve justificar sua ausência, inclusive na sua própria cidade.

Inscrições

Para ter o direito de votar para presidente em trânsito, o eleitor deverá comparecer em um cartório eleitoral com seu título de eleitor e documento de identidade com fotografia.

Nesse momento ele irá informar em qual Capital vai estar no dia da votação, explica o chefe da 23ª Zona Eleitoral, Munir Sayed. 

De acordo com o TSE (Tribunal Superior Eleitoral), dentro desse mesmo prazo o eleitor pode cancelar o pedido para habilitação do voto em trânsito ou mesmo alterar a informação sobre em qual capital pretende votar.

Só quem estiver em dia com obrigações eleitorais poderá solicitar o serviço. 

Confirmada a habilitação e definida a seção especial para o voto em trânsito, o eleitor não poderá votar em nenhuma outra seção, nem mesmo no seu domicílio eleitoral de origem.

Portanto, não existe a possibilidade de votar no domicilio eleitoral e, em outra oportunidade, no local informado para o voto em trânsito.

A partir de 5 de setembro serão divulgados os locais onde serão instaladas as seções exclusivas do voto em trânsito em todas as capitais por meio do site www.tse.jus.br ou www.tre-sp.jus.br.

Fonte: Bom Dia

Comentários

Mais vistos