Notícias

Busca

MATRA

CIDADE LIMPA: População critica desorganização no mutirão de limpeza

27 de fevereiro de 2015 - 09:36

A população critica o que chama de desorganização do mutirão da limpeza. Em vários bairros da cidade, os materiais inservíveis se acumulam nas calçadas, aguardando a coleta da Prefeitura. A administração municipal montou uma programação para o recolhimento do lixo reciclável, mas, segundo os reclamantes, não tem cumprido o próprio roteiro. O Jornal da Manhã tem recebido reclamações de diversos bairros. Ontem, moradores do Jardim Acapulco ainda aguardavam a coleta na zona oeste, agendada para quarta-feira.

“O lixo está acumulado nas ruas”, disse o engenheiro Ari Sarzedas. No Jardim Bandeirantes a situação era a mesma. O bairro também deveria ter recebido os caminhões do mutirão na última quarta, mas várias ruas ainda tinham muito lixo nas calçadas. “Catadores já tem passado para recolher esse material e vão levar para os seus quintais. Ou seja, o risco de criadouros do mosquito da dengue só vai trocar de endereço”, criticou o bancário aposentado Altair Marques da Silva. Altair mencionou que há mais de uma semana tem visto lixos aglomerados pelas calçadas aguardando o mutirão propagado. O assunto foi uma das críticas feitas por vereadores e pela população na audiência pública de Saúde na última quarta-feira. Moradores do bairro Barbosa, na região central da cidade, também reclamaram e estão aguardando a chegada dos caminhões.

“O mutirão começou na zona norte, mas deixou muitas ruas para trás. Tem muito lixo ao ar livre e se a Prefeitura demorar alguns dias para voltar não vai mais encontrar o material, levado pelos catadores de papel. Pessoas simples que transportarão focos de dengue para suas casas”, mencionou o vereador Cícero do Ceasa. A Prefeitura informou que somente na última terça- feira coletou 200 toneladas de entulhos, nos bairros das zonas leste e norte. Conforme a programação, quarta foi a vez da zona oeste e ontem da zona sul. O rescaldo na cidade toda será feito na sexta-feira. E no sábado também haverá uma ação na área comercial.

A Secretaria Municipal de Serviços Urbanos esclareceu ainda que, devido ao grande volume de materiais inservíveis depositados pelos moradores, os trabalhos foram estendidos até a quarta-feira da próxima semana. O secretário municipal de Serviços Urbanos, Avelino dos Santos Modelli acrescentou que o material coletado nessas regiões está sendo colocado provisoriamente em determinados locais, mas que posteriormente serão entregues no aterro sanitário. “A exemplo das campanhas anteriores, esses pontos de descarte provisórios são importantes porque facilitam o trabalho das equipes que percorrem os bairros”. O mutirão nos distritos de Marília ainda não tem data definida para começar, mas deverá ser feito na sequência.

Fonte: Jornal da Manhã

Comentários

Mais vistos