Notícias

Busca

MATRA

Contrato de transporte coletivo vai parar na Justiça

29 de dezembro de 2011 - 13:33

Prefeitura terá que arcar com custos do fim do contrato com empresa.
Executivo informou que o Departamento Jurídico está analisando a ação

A Justiça ordenou que a prefeitura de Marília, no interior de São Paulo, banque os custos com a demissão dos funcionários e o fechamento da garagem da Empresa Circular de Marília por causa da extinção do contrato.

A empresa perdeu a concessão do serviço que era prestado havia 20 anos. Duas novas empresas assumirão o transporte coletivo na cidade nos próximos meses.

Em nota, a assessoria de imprensa da prefeitura de Marília informou que o Departamento Jurídico está analisando a liminar concedida pela Justiça à empresa circular. Mas, não informou se o município irá recorrer da decisão, já que a ação não foi julgada.

Fonte: Do G1 Bauru e Marília 

Comentários

Mais vistos