Notícias

Busca

MATRA

CPI da Merenda: Comissão relata dificuldade para contratar perito

04 de outubro de 2011 - 16:37

A CPI (Comissão Parlamentar de Inquérito) da Merenda continua encontrando dificuldade para encontrar perito disposto a investigar as possíveis irregularidades no fornecimento de merenda escolar pela empresa SP Alimentação à Prefeitura de Marília.

“Até agora não conseguimos contratar perito. Todos os procurados recusaram não em razão dos honorários, mas por falta de interesse no trabalho”, disse o presidente da Comissão, vereador Mário Coraíni, na reunião realizada hoje na Câmara Municipal.

Os membros da CPI têm, então, ficado dependentes das perícias realizadas pelo Núcleo de Perícias Criminais da Polícia Técnica de Marília e pelo Ministério Público Federal e Estadual, que, segundo Coraíni, não permitem o conhecimento das reais quantidades de merendas distribuídas.

Entretanto, o vereador suspeita que, por a SP Alimentação não discriminar as quantidades de insumos fornecidos nas notas fiscais emitidas apenas quinzenalmente, o levantamento da quantidade de merendas já estaria prejudicado mesmo com a contratação de perito.

MAIS INFORMAÇÔES

Na reunião, os membros da CPI deliberaram que pedirão à Prefeitura cópia do pedido de acréscimo da quantidade de merenda prevista no contrato firmado entre a Administração Municipal e a SP Alimentação em 2006.

Na ocasião, o aumento no fornecimento de merenda teria sido de 458 mil para EMEFs e 272 mil para EMEIs.

Será requisitado, ainda, a justificativa e documentos que comprovem a necessidade desse aumento.

Além disso, os vereadores irão solicitar de três bancos cópias frente e verso dos cheques emitidos pela Prefeitura à SP Alimentação no período de 2003 a 2006.

O objetivo é descobrir quem sacou esse dinheiro, se esses cheques foram depositados na conta de terceiros, etc.

MAIS DEPOIMENTOS

As nutricionistas da SP Alimentação devem voltar a depor na CPI da Merenda para esclarecerem novas denúncias feitas pelo empresário Genivaldo Marques dos Santos durante seu depoimento à Comissão.

FIM DOS TRABALHOS

Os membros da CPI deliberaram que o relatório final da Comissão deverá ser concluído até o dia 22 de novembro, para se ter oportunidade de oferecer prazo de 10 dias para eventuais defesas de acusados.

Comentários

Mais vistos