Notícias

Busca

MATRA

E os servidores municipais?

14 de março de 2014 - 11:51

(Editorial Jornal da Manhã – 14/03/2014)

Pois é, o Sindicato dos Trabalhadores nos Serviços Públicos de Marília – Sindimmar – já começou a campanha salarial deste ano, mas até agora os servidores sequer receberam o pagamento retroativo da inflação de abril a novembro do ano passado. Todo mundo se lembra e sabe muito bem que o prefeito Vinícius Camarinha simplesmente ignorou os direitos dos trabalhadores e manteve-se irredutível em sua posição de não pagar o que é direito deles.

Como já vinha acontecendo as justificativas eram de que a administração de Ticiano Toffoli (PT) tinha deixado a Prefeitura Municipal em péssima situação financeira. Mas isso já faz um ano e quase três meses. Tempo suficiente para que os cofres da Prefeitura recebessem imensa bolada de dinheiro arrecadado com os impostos, principalmente o IPTU, que teve um aumento escorchante, absurdo e que faz a população penar para pagar.

Entrou dinheiro no ano passado e continua entrando neste ano, já com os novos vencimentos do IPTU (sem falar de outros impostos e taxas). Enquanto isso os servidores continuam a ver navios, enfrentando muito mais dificuldades do que o prefeito Vinícius Camarinha com as dívidas da Prefeitura. Conforme já anunciou o Sindimmar, a reivindicação para este ano (fora o devido desde o ano passado) é reajuste de 15% no salário real, mais 5,26% para repor as perdas com a inflação, além da implantação do plano de carreira, que absurdamente não existe até hoje.

É bom lembrar que a data-base dos servidores municipais é abril, que já está aí batendo na porta. Ou seja, faz mais de um ano que o sindicato tenta negociação com o prefeito sem ter conseguido absolutamente nada. Afinal de contas, são os servidores municipais que ajudam a administração ir para frente e vencer as dificuldades. Imaginem só se a categoria resolve ‘dar o troco” e cruzar os braços! Mesmo tendo reuniões com secretários da Administração, Marco Antonio Miguel e da Fazenda, Sérgio Moretti, para tratar das perdas salariais desde o ano passado, até agora nada mudou e nem houve progresso nas negociações, em escancarado descaso da administração em relação aos servidores municipais.

Ou seja, há muita conversa, explicações, reclamações e nada de pagamentos. Os servidores lamentam que o discurso durante a campanha eleitoral seja um e que já na administração municipal seja outro. Isso não é bom para o político, já que se trata da classe mais desacreditada do País e a situação só tende a piorar, ainda mais com eleições em outubro e muita gente pedindo votos para deputados. Esta na hora dessa situação mudar e principalmente valorizar o servidor público! Ou não?

Comentários

Mais vistos