Notícias

Busca

MATRA

Justiça Eleitoral cassa diploma de prefeito eleito e vice de Tabatinga, SP

27 de dezembro de 2012 - 11:51

A decisão foi publicada nesta quarta-feira (26) no cartório de Ibitinga.

Valter Camargo e Ângelo Tolari são investigados por compra de votos.

Em decisão publicada nesta quarta-feira (26) no cartório eleitoral de Ibitinga, a Justiça Eleitoral decidiu cassar o diploma do prefeito eleito de Tabatinga, SP, Valter Camargo, e do vice dele, Ângelo Tolari. Ambos são investigados pelo Ministério Público por suposta compra de votos.

A decisão ainda cabe recurso no Tribunal Regional Eleitoral (TRE-SP) de São Paulo. Caso o TRE mantenha a decisão da Justiça em 1ª instância, o prefeito e o vice não tomam posse em 1º de janeiro de 2013.

Imagens feitas por câmera escondida mostram negociações (Foto: reprodução/TV Tem)
Imagens feitas por câmera escondida mostram
negociações (Foto: reprodução/TV Tem)

Neste caso, quem assumiria a prefeitura interinamente é o presidente da Câmara dos Vereadores. Se até lá se mantiver assim, Tabatinga pode ter novas eleições para prefeito. Em 2012, a eleição contou apenas com dois candidatos.

O menos votado não alcançou 50% dos votos nas urnas. Por telefone, Valter Camargo disse que ficou surpreso com a decisão judicial e informou que os advogados dele trabalham para reverter a situação antes do dia 1º.

Entenda o caso
A Justiça cassou a diplomação do prefeito eleito de Tabatinga baseado em um vídeo e no depoimento de mais de 30 testemunhas por suposta compra de votos. 

As imagens feitas com uma câmera escondida por um morador de Tabatinga mostram uma suposta negociação entre um pastor e um dos assessores de campanha do prefeito eleito.

Durante o encontro, o pastor diz que fará um orçamento e que teria sido pedido por Valter para reformar o forro da igreja. Valter Camargo nega o crime e disse que irá recorrer da decisão no TRE.

Fonte: G1

Comentários

Mais vistos