Notícias

Busca

MATRA

MATRA deve marcar plenária para discutir Planta Genérica

05 de julho de 2011 - 14:49

Durante a coletiva que anunciou a reimpressão carnês do IPTU (Imposto Predial e Territorial Urbano) que tiveram aumento abusivo, realizada dia 03 de junho, a Prefeitura anunciou que, no dia 14 de julho irá realizar a segunda audiência pública, de três programadas, sobre a Planta Genérica de Valores do município.
 
De acordo com o Secretário da Fazenda e Chefe de Gabinete, Nelson Granciéri, na ocasião serão apresentados os dados referentes a todos os bairros do município, já com propostas enviadas à Prefeitura.


A fim de oferecer aos marilienses uma visão mais completa sobre como é preparada adequadamente uma Planta Genérica, a MATRA pretende realizar uma plenária para discutir o assunto antes da Audiência Pública que deve ser feita pela Prefeitura. A data do evento será marcada em breve.
Até hoje, se desconhece como a Prefeitura está chegando aos valores venais dos terrenos, das edificações da cidade. 
“Estamos muito preocupados, porque à medida que a gente se envolve tentando descobrir boas práticas na área, percebemos que é um trabalho muito mais profundo e tecnicamente muito mais respaldado do que o apresentado até agora pela Prefeitura”, comenta o conselheiro da MATRA, Dr. Carlos Rodrigues.
 
Essa não é a primeira vez que a entidade organiza uma plenária para discutir o assunto na cidade. Em junho de 2009 a ONG convidou o professor da Faculdade de Ciência e Tecnologia da Unesp, campus de Presidente Prudente, Dr. Amilton Amorim para explanar o tema. Especialista em Cadastro Técnico Multifinalitário, o professor abordou todos os aspectos relacionados à Planta Genérica de Valores.
 
Nessa época, a MATRA já defendia o uso da Planta Genérica como instrumento para a efetivação da justiça fiscal, na qual aqueles que podem mais, pagam mais e, aqueles que podem menos, pagam menos.
 

Convidamos todos os marilienses a comparecerem a essa plenária para discutir o futuro de nossa cidade. 

Comentários

Mais vistos