Notícias

Busca

MATRA

MATRA recebe visita de Associação de Sertãozinho e explica como realizar o controle social

18 de agosto de 2014 - 09:31

visita amasert

Para realizar auditoria na saúde, a AMASERT buscou conhecer trabalho semelhante realizado pela MATRA

Na última terça-feira (12), a MATRA recebeu os integrantes da AMASERT (Amigos Associados de Sertãozinho) Geraldo Carlos Alves Júnior e Deize Gonçalves, além da vereadora de Sertãozinho e apoiadora da Associação, Maria Célia Ramos.

O objetivo da visita foi compartilhar as experiências e conhecimentos adquiridos pela MATRA ao longo de seus oito anos de fundação. Os integrantes da AMASERT também buscaram informações para desenvolver uma auditoria na área da saúde de Sertãozinho.

O projeto a ser desenvolvido consiste em nomear um ou dois auditores cívicos para cada unidade de saúde do município. Esses auditores são pessoas comuns da sociedade, usuários do sistema público de saúde e que tenham residência no bairro onde está instalada a unidade que irão fiscalizar.

Por meio de trabalho voluntário, os auditores cívicos irão recolher informações sobre o funcionamento da unidade de saúde, identificar as falhas de atendimento, demandas por medicamentos, os problemas estruturais e ouvir a opinião dos usuários.

Com esse mapeamento, realizado de maneira isenta, a AMASERT terá condições de auxiliar o Executivo e o Legislativo municipal na tomada de medidas e ações necessárias para que o sistema de saúde trabalhe com o máximo de eficiência e produtividade.

De maneira semelhante, a MATRA já realizou este tipo de trabalho em abril de 2012. A Caravana da Cidadania, projeto realizado pela entidade em parceira com o IFC (Instituto de Fiscalização e Controle) e com o MPF (Ministério Público Federal) treinou pessoas comuns para se tornarem auditores dos postos de saúde e cobrar de forma mais efetiva uma solução da prefeitura para os problemas enfrentados.

Outras visitas – Desde a sua fundação, a MATRA tem realizado visitas aos grupos de cidadãos interessados em organizar associações que visem a boa aplicação dos recursos públicos. No começo deste ano, a entidade esteve em Tupã para explicar como efetuar o controle social. A MATRA também já auxiliou grupos de cidadãos de Castilho, Piraju, Pompéia e Assis.

Além disso, a MATRA foi importante orientadora para a criação da BATRA – Bauru Transparente. Durante I Congresso de Controle Social de Marília, um grupo de interessados em combater a corrupção entrou em contato com a entidade mariliense para obter informações sobre o exercício do controle social.

A própria MATRA se inspirou na AMARRIBO (Amigos Associados de Ribeirão Bonito), principal entidade fiscalizadora do país, tornando-se parte da rede AMARIBO BRASIL – IFC.

Comentários

Mais vistos