Notícias

Busca

MATRA

MP exige mais adequações para liberar o Abreuzão

24 de novembro de 2011 - 16:12

Chegou ontem às mãos da juíza da 5ª Vara Cível de Marília, Ângela Martinez Heinrich, o parecer do promotor José Alfredo de Araújo Sant’Ana sobre as reformas para desinterdição do estádio municipal Bento de Abreu Sampaio Vidal, o Abreuzão, e as notícias não são boas para a prefeitura.

De acordo com o promotor, embora a administração municipal tenha apresentado os quatro laudos exigidos – segurança, vistoria de engenharia, prevenção e combate a incêndio, e condições sanitárias e de higiene-, e também tenha promovido adequações nas dependências dos sanitários, outras melhorias seguem pendentes e enquanto não forem realizadas não haverá parecer favorável a liberação.

Segundo o texto anexado ontem ao processo, ainda falta o projeto de reforma visando a acessibilidade aos banheiros, além do plano de limpeza e conservação desses espaços, a instalação de bebedouros de água potável e plano de regulamentação para o serviço de ambulantes de alimentação.

“Isso está no acordo e não há como liberar com apenas parte das reformas feitas. Enquanto promotor tenho que pensar no bem estar do consumidor em primeiro lugar”, disse Sant’Ana.

Ontem mesmo a juíza remeteu o parecer à prefeitura e convocou a procuradoria a se manifestar sobre as exigências pendentes, o que deve ocorrer hoje. O prefeito Mário Bulgareli luta agora contra o tempo para tentar a liberação do Abreuzão para a tradicional formatura das emeis, programada para a primeira semana de dezembro. Enquanto isso, as crianças ensaiam no estádio Pedro Sola.

Fonte: Jornal Diário de Marília

Comentários

Mais vistos