Notícias

Busca

MATRA

Novo presidente do TCU diz que “ninguém suporta mais a corrupção”

15 de dezembro de 2016 - 10:00

O presidente Michel Temer participou, na manhã de hoje (14), da cerimônia de posse dos ministros Raimundo Carreiro e José Múcio Monteiro como presidente e vice-presidente do Tribunal de Contas da União (TCU) para o próximo biênio. Ao discursar, o novo presidente disse que “ninguém tolera mais o mal da corrupção, crime que assola e vitimiza toda a sociedade”.

Em seu pronunciamento, na sede do TCU, Carreiro lembrou que “para cada real investido pela sociedade no TCU em 2015, o país economizou R$ 13”. Acrescentou que, em momentos de crise, é natural que a sociedade, “carente de serviços de qualidade”, questione o uso dos recursos públicos.

“Neste sentido, verificamos ser necessário que o princípio da eficiência oriente cada vez mais as ações dos agentes públicos. É preciso fazer mais com menos. Não há mais lugar para o desperdício e a burocracia”, disse o novo presidente do tribunal.

Carreiro afirmou que para o TCU atingir sua missão, tem de atuar em duas frentes: prevenção e correição, para que o administrador público administre o dinheiro público de forma a coibir a malversação e contribuir no combate às fraudes e à corrupção.

Formado em Direito pelo Ceub, em Brasília, em 1981, Raimundo Carreiro foi servidor do Senado até se aposentar como Analista Legislativo em 2007. Naquele ano, ocupava o cargo de secretário-geral da Mesa, nomeado pelo senador José Sarney. Ainda em 2007 foi indicado para a vaga destinada ao Senado no TCU. Entre 1990 e 1992, foi vereador e presidente da Câmara Legislativa pelo município maranhense de São Raimundo das Mangabeiras.

Fonte: Agência Brasil

 

Comentários

Mais vistos