Notícias

Busca

MATRA

Prefeitura estuda projeto de transporte urbano na ferrovia

11 de agosto de 2011 - 14:03

A Prefeitura de Marília está procurando uma empresa parceira para viabilizar a implantação de um sistema de transporte, utilizando a ferrovia que hoje está sob concessão da ALL (América Latina Logística), para viabilizar o transporte de passageiros, desde Pompéia até Garça. As negociações estão sendo feitas pelo Secretário da Fazenda, Nelson Grancieri Filho, o Nelsinho do Gabinete. A idéia é oferecer uma alternativa de transporte para os moradores dos municípios localizados ao longo da ferrovia e que trabalham em Marília.

A Prefeitura já manteve contatos com a ALL e obteve a informação de que o trecho da estrada de ferro pode ser repassada para a utilização no transporte de passageiros. A única exigência feita pela ALL é que seja feita a manutenção da ferrovia, que atualmente é de sua responsabilidade. A ferrovia está sem tráfego de trens de passageiros há mais de 10 anos, quando a Fepasa (Ferrovia Paulista Sociedade Anônima) deixou de atuar. O último trem de carga circulou em 2009. 

A empresa interessada em implantar o sistema de transporte apresentou à Prefeitura de Marília todos os detalhes, inclusive a configuração dos vagões. Seriam dois vagões, no estilo metrô, com capacidade para até 200 passageiros cada carro. O valor do investimento ainda não foi divulgado e também se haverá algum tipo de parceria com as prefeituras por onde vai passar a composição. 

A implantação do sistema de transporte de passageiros por meio de ferrovia poderia se tornar uma alternativa mais barata e segura aos trabalhadores destas cidades, que precisam pegar ônibus para se deslocarem. Como as tratativas ainda estão apenas começando, não há informações sobre o valor total dos investimentos e o eventual custo das passagens. 

Exemplo

 A idéia de utilizar os trilhos da ALL para o transporte de passageiros não é uma exclusividade de Marília. Segundo o Correio Mariliense apurou, o vereador Clóvis de Lima, de Presidente Prudente, apresentou requerimento em 7 de fevereiro deste ano, sugerindo a criação de um “metrô de superfície” utilizando o traçado da ferrovia.

 A proposta prevê implantar o metrô de superfície na linha férrea já instalada na cidade e administrada pela ALL. “O objetivo é utilizar a estrutura da linha férrea já existente e adaptar os trens que levam cargas para o transporte de passageiros. O itinerário deve ser da Vila Nova Prudente até o Jardim Cobral, passando pelo centro da cidade, onde está concentrado o centro comercial do município”, justificou o parlamentar em seu requerimento. 

Na opinião dele, a implantação desse sistema de transporte “distribuiria a demanda por ônibus e diminuiria o trânsito de veículos particulares. Segundo estimativa da prefeitura, as empresas de ônibus transportam mensalmente cerca de um milhão e meio de usuários”. 

A diferença da proposta de Presidente Prudente em relação a de Marília é que o parlamentar sugere uma parceria entre a prefeitura, a ALL e o governo federal, através da ANTT (Agência Nacional de Transportes Terrestres), para viabilizar o projeto. 

Fonte: Correio Mariliense

Comentários

Mais vistos