Notícias

Busca

MATRA

Rádio de Camarinha está 72h fora do ar e sem previsão de retorno

05 de dezembro de 2011 - 09:39

Derrotado na Justiça, Abelardo Camarinha, segundo político mais ficha suja do país, está amargando há 72 horas a perda de seu principal palanque político, a rádio 950. A programação está suspensa desde sexta-feira (2), quando o terreno em Vera Cruz onde ficavam a torre e os transmissores da emissora foi confiscado em favor da família de Mafalda Zezzi Rosseto, à qual Camarinha devia R$ 300 mil por ação que tramita na 2ª Vara Cível de Marília.

E o ex-prefeito, sócio proprietário da rádio mesmo com a legislação proibindo o vínculo de políticos com meios de comunicação, não deve voltar aos microfones tão cedo. Se não conseguir reaver a área por meio da compra, já que não cabe mais recursos, ele terá que encontrar uma nova para realocar os equipamentos e tendo em vista a burocracia necessária para a obtenção de licenciamento e autorização, a 950 pode ficar sem sinal por meses.

Segundo apurou o Diário, os novos donos da área desligaram os transmissores e tiraram a rádio de Camarinha do ar na sexta-feira. O advogado da família que ganhou a ação, Julio Cesar Brandão, foi procurado pela reportagem, mas não foi localizado nos últimos dias.

Em setembro, a rádio perdeu no Tribunal de Justiça e no dia 8 de novembro foi expedida a imissão de posse aos novos donos do terreno.

Fonte: José Ursílio Sem Censura – 03/12/2011

Comentários

Mais vistos