Notícias

Busca

MATRA

Servidores dos PAs e do Samu aguardam por reunião com a Prefeitura

11 de julho de 2014 - 09:38

O presidente do Sindimmar Mauro Cirino aguarda agendamento da reunião na Prefeitura para a próxima semana.

Os servidores das equipes de enfermagem dos PAs (Pronto Atendimentos) e do Samu (Serviço de Atendimento Móvel de Urgência) aguardam por reunião com o prefeito Vinícius Camarinha (PSB), o que deve acontecer na próxima semana, para decidirem sobre uma possível greve. Enfermeiros, técnicos e auxiliares de enfermagem estão descontentes com o valor pago pela hora/plantão. A indignação da categoria ficou ainda maior com a aprovação pela Câmara Municipal de projeto de lei encaminhado pelo Executivo para o reajuste do valor pago apenas aos médicos e dentistas.

“Protocolei novo pedido de reunião com o prefeito Vinícius Camarinha e fui informado de que será agendado um dia da semana que vem. Vamos aguardar a proposta da Prefeitura para levarmos em assembleia e decidirmos o que será feito”, comentou o presidente do Sindimmar (Sindicato dos Trabalhadores nos Serviços Públicos do Município de Marília), Mauro Cirino.

Por enquanto as equipes de enfermagem dos PAs Sul e Norte e do Samu seguem em estado de greve. “Tivemos um encontro com os profissionais na última segunda-feira e sentimos a insatisfação deles. Caso não tenha um posicionamento positivo do Executivo, acredito sim no início de uma paralisação”. Cogitou-se até mesmo que estes profissionais da Saúde parassem de fazer horas extras por conta da defasagem no valor pago, muito inferior a estabelecimentos de saúde da região. Os enfermeiros reivindicam o pagamento de 50% do valor destinado aos médicos pela hora/plantão. Já os técnicos e auxiliares de enfermagem, querem 50% da quantia recebida pelos enfermeiros.

Com isso, a hora/plantão dos enfermeiros passaria de R$ 23,10 para R$ 29,70 (concomitante) e de R$ 35,00 para R$ 45,00 (não concomitante). No caso dos técnicos e auxiliares de enfermagem o valor iria de R$ 6,00 para R$ 14,85 (concomitante) e de R$ 12,00 para R$ 22,50 (não concomitante).

Fonte: Jornal da Manhã

Comentários

Mais vistos