Notícias

Busca

MATRA

Sessão da Câmara: Vereadores aprovam todos os projetos; Choquito pede mais um afastamento

14 de outubro de 2013 - 21:23

Na sessão da Câmara de hoje (14) os vereadores aprovaram todos os projetos inclusos na Ordem do Dia. Das sete matérias, três eram consideradas objeto de deliberação, ou seja, votação para inclusão na Ordem do Dia de uma próxima sessão e quatro se trataram de projetos conclusos.

Dentre eles estavam o Projeto de Lei nº 91/2013, da Vereadora Sônia Tonin (PSC), estabelecendo nova composição para o Conselho Popular da Gestão Democrática do Orçamento.

O Projeto de Lei nº 97/2013, do Vereador Herval Rosa Seabra (PSB), sugeriu a obrigatoriedade das agências bancárias marilienses colocarem a disposição pessoal suficiente para que o atendimento seja efetivado em tempo razoável. A medida se aplica a todos os setores das agências.

A última matéria objeto de deliberação foi proposta pelo vereador Silvio Harada (PR) e sugeriu denominar Jardim Espanha e respectivas vias públicas o “Loteamento Residencial Terras da Fazenda”.

Em primeira e segunda discussão, foi aprovado o Projeto de Lei Complementar nº 25/2013, da Prefeitura Municipal, alterando a jornada de trabalho dos cargos de Assessor Jurídico (Prefeitura) e de Coordenador Jurídico (Daem) para 20 horas semanais.

Também foi aprovado o Projeto de Lei nº 78/2013 do Vereador Herval Rosa Seabra, dispondo sobre a proibição da venda de fogos de artifícios para menores de 18 (dezoito) anos.

O vereador Marcos Custódio (PSC) propôs o Projeto de Lei nº 90/2013, o qual considera Utilidade Pública Municipal a Associação Beneficente Kairós Kerigma, Projeto Social Renovado em Marília.

Por fim, foi aprovado o Projeto de Resolução nº 01/2013, do Vereador José Bassiga Goda (PHS), dispondo sobre a utilização de tradução para LIBRAS – Língua Brasileira de Sinais, das sessões, audiências públicas, solenidades e nas transmissões da TV Câmara – Canal 21, promovidas pela Câmara Municipal de Marília.

E o Choquito?

O vereador João Paulo Salles, conhecido como Choquito, não compareceu novamente à sessão camarária. Esta foi a oitava ausência do edil desde que passou a ser investigado pela possível prática de pedofilia.

Desta vez, Choquito pediu licença de apenas um dia. A expectativa é de que o vereador compareça à reunião da CP (Comissão Processante) de amanhã (15).

Presidida pelo vereador José Bássgia, ainda fazem parte da CP a vereadora Sônia Tonin e Cícero Ceasa. O objetivo é investigar a possível quebra de decoro parlamentar.

Comentários

Mais vistos