Notícias

Busca

MATRA

Vídeo mostra irregularidades na operação tapa-buracos em Marília

10 de abril de 2012 - 14:48

Na Sessão da Câmara de ontem, o presidente da Casa, vereador Yoshio Takaoka, apresentou um vídeo que mostra graves irregularidades na execução do serviço de tapa-buraco em Marília.

De acordo com Yoshio, o material foi enviado anonimamente ao Legislativo Municipal e, devido ao seu conteúdo, não poderia ser simplesmente “engavetado” na Casa.

As imagens apresentadas mostram funcionários fazendo o serviço de tapa-buracos em uma rua não identificada. Durante o serviço, o operário joga emulsão em uma área muito maior do que a do buraco, aumentando significativamente a região onde é jogado o asfalto. A operação tapa-buraco é paga por medição do serviço prestado. Assim, se a empresa amplia de modo fraudulento as dimensões do buraco, ela recebe mais no final do serviço, superfaturando o valor da obra.

Após a exibição do vídeo, os vereadores comentaram a gravidade da denúncia apresentada.

“Isso é uma falta de respeito com a população que paga impostos. Quantas pessoas já não morreram por causa dos buracos que não foram tapados por conta dessa enganação que está aí? Precisamos analisar o Regimento Interno e talvez até transformar essa denúncia em uma CPI (Comissão Parlamentar de Inquérito)”, disse o vereador Wilson Damasceno.

O líder do governo na Casa, vereador Sydney Gobetti, informou que o prefeito Ticiano Tóffoli já solicitou cópia do vídeo e se comprometeu em abrir uma sindicância para investigar o caso e punir os responsáveis.

O presidente da Câmara declarou que o material será encaminhado à Comissão Especial do Asfalto e ao Ministério Público. Com isso, os parlamentares pretendem esclarecer quando e qual empresa realizou o serviço e quem assinou o contrato com a empresa responsável pela fraude.

Comentários

Mais vistos