Notícias

Busca

MATRA

Vereadores de Marília, SP, votam afastamento de Yoshio Takaoka

12 de novembro de 2012 - 13:28

Liminar da Justiça garantiu a entrada do assunto na pauta da sessão.

Decisão também validou a abertura de Comissão Processante já aprovada.

 
A Câmara de Marília (SP) deve votar nesta segunda-feira (12) o pedido de afastamento do presidente da casa, Yoshio Takaoka. A colocação do assunto em pauta foi determinada por uma liminar concedida semana passada pela Justiça Eleitoral. E, além de obrigar a colocação do afastamento em pauta, o despacho do juiz Silas Silva Santos também torna válida a comissão processante aprovada pelos vereadores na última sessão.

Caso os parlamentares votem pelo afastamento de Takaoka, ele perde o cargo na mesa diretora e volta a ocupar a função normal de vereador. Nessa condição deverá ser investigado pela Comissão Processante por improbidade administrativa e quebra de decoro parlamentar.

Ele teria cometido as irregularidades ao ser preso pela Polícia Federal por suposta compra de votos e uso de servidores da Câmara para atrapalhar o trabalho policial. Takaoka e dois assessores também presos pagaram fiança e respondem processo por crimes de falsidade de documentos públicos e fraude processual na Justiça Eleitoral. Takaoka foi denunciado por compra de votos. O Ministério Público pediu a cassação da diplomação do vereador reeleito para o próximo mandato. A decisão deve sair em 15 dias.

Yoshio Takaoka entrou com um mandado de segurança na Justiça solicitando o respeito ao seu direito de defesa caso o afastamento seja aprovado. De acordo com o advogado dele, se os vereadores decidirem pelo afastamento, Takaoka teria alguns dias para entregar sua defesa por escrito e só então ser afastado da mesa diretora. A Justiça não se manifestou sobre o assunto.

Fonte: G1

Comentários

Mais vistos